ページの先頭です。 メニューを飛ばして本文へ

本文

ID de publicação:0000002973Data de atualização:2019年10月21日更新印刷ページ表示

Vacinação infantil

 A vacinação realizada pela Cidade de Hiroshima está determinada na “Lei de Vacinação” conforme indicada na tabela abaixo.
 A Lei determina a idade de qualificação e a forma de vacinação de cada vacina.

 Nos casos indicados a seguir, as vacinas serão consideradas “vacinas voluntárias” e o custo total deve ser pago pelo responsável. Além disso, caso causem algum dano à saúde, está sujeito a não receber a ajuda determinada na Lei de Vacinação. Não se esqueça de levar o filho para vacinação.

  • Quando estiver fora da qualificação de idade.
  • Quando não obedecer o intervalo e as doses de vacinação determinados.

Vacinação de rotina (vacinas estabelecidas na Lei de Vacinação)

No momento da vacinação, deverá levar a Caderneta de Saúde Materno-infantil e um documento que comprove a idade e o endereço residencial (certificado de seguro de saúde, etc.).

Desde 1o. de outubro de 2014, a vacina contra varicela foi incluída na vacinação de rotina.

Como vacinar? (A partir de 1o. de outubro de 2014)

Vacinas

Como Vacinar Conforme a Lei, etc.

Cupom para vacinação

Observação

Período de qualificação (Nota 1)

Idade inicial da vacina

Número de doses

Como vacinar

Vacina contra Hib

De 2 meses de vida até completar 60 meses de vida (5 anos)

De 2 meses de vida até completar 7 meses de vida

4 doses (3 doses iniciais, 1 reforço)

Fase inicial (3 doses)

Vacinar até 12 meses de vida, abrindo um intervalo de 27 dias ou mais entre as doses s (com possibilidade de um intervalo de 20 a 26 dias, caso seja reconhecida como necessária pelo médico)

Disponível na instituição médica

  • Procure começar a vacinar entre 2 a 6 meses de vida
  • Comece a tomar a vacina contra Hib entre 2 a 11 meses de vida, e caso complete 12 meses de vida sem concluir a vacinação da fase inicial,  abrir um intervalo de 27 dias ou mais (ou 20 a 26 dias, caso o médico reconheça sua necessidade) para receber a dose de reforço.

Reforço

Receber o reforço, depois de abrir um intervalo de 7 meses ou mais depois de concluir a fase inicial

Do dia seguinte ao dia que completa 7 meses de vida até completar 12 meses de vida

3 doses (Fase inicial: 2 doses; Reforço: 1 dose)

Fase inicial
(2doses)

Vacinar até completar 12 meses de vida, abrindo um intervalo de 27 dias ou mais (ou de 20 a 26 dias, caso o médico reconheça sua necessidade)

Reforço

Vacinar depois de concluir a vacinação da fase inicial, abrindo um intervalo de 7 meses ou mais

Do dia seguinte ao dia que completa 12 meses até completar 60 meses de vida (5 anos)

1 dose

1 dose de vacina

Vacina pneumocócica pediátrica

De 2 meses de vida até completar 60 meses de vida (5 anos)

Do dia seguinte ao dia que completa 7 meses até completar 12 meses

4 doses (Fase inicial: 3 doses; Reforço: 1 doses)

Fase inicial (3 doses)

Receber as 3 doses abrindo um intervalo de 27 dias ou mais até completar 24 meses de vida (2 anos). No entanto, caso receba a 2ª.dose depois de 12 meses de vida, não deverá receber a 3ª. dose.

Reforço

Depois de completar 12 meses de vida (1 ano), receba a dose de reforço abrindo um intervalo de 60 dias ou mais depois de completar a fase inicial.

Do dia seguinte ao dia que completa 7 meses de vida até completar 12 meses

3 doses (Fase inicial: 2 doses; Reforço: 1 dose)

Fase inicial
(2 doses)

Receber 2 doses da vacina, abrindo um intervalo de 27 dias ou mais antes de completar 24 meses

Reforço

Receber a dose de reforço a partir do dia que completar 12 meses de vida, abrindo um intervalo de 60 dias ou mais depois de concluir a vacinação da fase inicial.

Do dia seguinte ao dia que completa 12 meses de vida até completar 24 meses (2 anos)

2 doses

Receber 2 doses da vacina abrindo um intervalo de 60 dias ou mais

Do dia que complete 24 meses até o mês que completa 60 dias

1dose

1 dose da vacina

Vacinas

Como Vacinar Conforme a Lei, etc.

Período recomendável

Cupom de vacinação

Observação

Período de qualificação(Nota1)

Número de doses e intervalo entre as vacinas

Vacina quádrupla
(DTP-IPV)

  • Difteria
  • Coqueluche
  • Tétano
  • Pólio

(Nota 2)

Para mais informações → Aviso sobre a vácina quádrupla

Fase inicial (3 doses) da Etapa I

De 3 meses de vida até 90 meses de vida (7 anos e meio)

3 doses abrindo um intervalo de 20 dias ou mais

De 3 meses de vida até completar 12 meses de vida

Anexo à Caderneta de Saúde Materno-infantil ou disponível nas instituições médicas

  • Vacine o quanto antes depois de completar 3 meses
  • Por regra geral, a vacina quádrupla é aplicada às crianças que deixaram de tomar 1 dose da vacina tríplice ou da vacina de pólio inativada
  • A criança que tenha tomado a dose da vacina tríplice ou da pólio inativada, deverá completar o número de doses destas vacinas.
  • As crianças que tenham contraído coqueluche, ao invés de tomar a vacina quádrupa ou tríplice, podem tomar a dupla.

Reforço da Etapa I

1 dose

De 12 meses de vida até completar 18 meses de vida, depois de completar a fase inicial (3 doses)

Para o reforço da Fase I, abrir um intervalo de 6 meses ou mais depois de completar a fase inicial (3 doses) da Etapa I

Vacina tríplice
(DTP3)

  • Difteria
  • Coqueluche
  • Tétano

Fase inicial (3 doses) da Etapa I

De 3 meses de vida até completar 90 meses de vida (7 anos e meio)

3 doses, abrindo um intervalo de 20 dias entre elas

De 3 meses de vida até antes de completar 12 meses de vida

Anexo à Caderneta de Saúde Materno-infantil

Reforço da Etapa I

1 dose

 De 12 meses de vida até completar 18 meses de vida, depois de completar a fase inicial (3 doses)

Para receber o reforço da etapa I, abrir um intervalo de 6 meses ou mais depois de completar a fase inicial (3 doses) da etapa I.

Pólio
(Poliomielite)
(Nota 3)

Para mais informações → Vamos tomar a vacina contra a pólio

Fase inicial da Etapa I (3 doses)

De 3 meses de vida até completer 90 meses de vida (7 anos e meio)

3 doses, abrindo um intervalo de 20 dias ou mais

De 3 meses de vida até completar 12 meses de vida

Disponível nas instituições médicas

  • As crianças que tenham tomada uma dose da vacina viva, deverão tomar 2 doses na fase inicial, e um reforço.
  • Não é necessário para as crianças que tenham tomado 2 doses de vacina viva.

Reforço da Etapa I

1dose

De 12 meses de vida até completar 18 meses de vida, depois de completar a fase inicial (3 doses)

Para receber o reforço da etapa I, abrir um intervalo de 6 meses ou mais depois de completar a fase inicial (3 doses) da etapa I.

Tuberculose(BCG)

(Nota 4)

Até completar 1 ano de vida

1 dose

De 5 meses de vida a 8 meses de vida

Anexo à Caderneta de Saúde Materno-infantil

 

Sarampo, Rubéola (sarampo de 3 dias)

(Nota 5)

Etapa I

De 12 meses de vida até 24 meses de vida (2 anos)

1 dose

-

Anexo à Caderneta de Saúde Materno-infantil

  • A Etapa I deve ser tomada o quanto antes depois de cumprir 12 meses de vida.
  • A Etapa II deve ser tomada a partir do dia 1º de abril do ano anterior ao ingresso à fundamental I até o dia 31 de março do ano de ingresso.
  • As crianças que receberam a injeção de gama globulina, devem esperar 3 meses (6 meses no caso de tratamento de dose massiva).

Etapa II

Durante um ano antes de ingressar à escola fundamental I

1 dose

-

Varicela
(Catapora)

(Nota 6)

De 12 meses de vida até completar 36 meses de vida (3 anos)

2 doses, abrindo um intervalo de 3 meses ou mais

1a. Dose: De 12 meses de vida a 15 meses de vida

2a. Dose: Abrir um intervalo de 6 a 12 meses depois de tomar a 1ª.dose

Disponível nas instituições médicas

  • As crianças que tenham contraído varicela estão excluídas do público-alvo.
  • Crianças que tenham tomado a vacina contra varicela no passado→Sobre a vacina contra varicela
  • As crianças que receberam a injeção de gama globulina, devem esperar 3 meses (6 meses no caso de tratamento de dose massiva).
  • Somente para o ano fiscal de 2014, como medida provisória, as crianças de 3 a 4 anos também podem tomar a vacina. Maiores informações AQUI→Sobre a vacina contra varicela

Encefalite japonesa
(Nota 7)
Sobre as exceções de vacinação AQUI →Sobre a vacina contra encefalite japonesa

Fase inicia l(2 doses) da Etapa I

De 6 meses de vida até completar 90 meses de vida (7 anos e meio)

2 doses, abrindo um intervalo de 6 dias ou mais

3 anos

Anexo à Caderneta de Saúde Materno-infantil

  • Passou a ser novamente recomendada a partir de abril de 2010.
  • As pessoas que nasceram no período de 2 de abril de 1995 a 1º de abril de 2007 e não tenham completado a vacinação, excepcionalmente poderão tomar até a vacina até antes de completar 20 anos. Maiores informações. AQUI →Sobre a vacina contra encefalite japonesa

Reforço da Etapa I

1 dose

4 anos

Para tomar o reforço, abrir um intervalo de 6 meses ou mais depois de concluir a fase inicial (2 doses) da etapa 1

Etapa II

9 a 13 anos

1 dose

9 anos

Disponível nas instituições médicas

Vacina dupla
(DT2)

  • Difteria
  • Tétano

Etapa II

11 a 13 anos

1 dose

11 anos

Enviado ao público-alvo

 

Vacina contra câncer de colo de útero (somente para as adolescentes)

Com idade equivalente à estudante de 6ª.série do ensino fundamental I até 1º.ano do ensino médio

3 doses

【Cervarix】

  • 2a.dose:abrir um intervalo de 1 mês ou mais depois da 1a.dose
  • 3a.dose:abrir un intervalo de 5 meses ou mais depois da 1a.dose, e um intervalo de 2 meses e meio ou mais depois da 2a.dose

【Gardasil】

  • 2a.dose: abrir um intervalo de 1 mês ou mais depois da 1ª.dose
  • 3ª.dose: abrir um intervalo de 3 meses ou mais depois da 2ª. dose

Estudantes do 1o. ano do ensino fundamental II (1º. Ano de Chugakko)

Disponível nas instituições médicas

Período padrão de vacinação

【Cervarix】

  • 2a. dose:Abrir um intervalo de 1 mês depois da dose inicial
  • 3ª.dose: Abrir um intervalo de 6 meses depois da dose inicial

【Gardasil】

  • 2a. dose:Abrir um intervalo de 2 mês depois da dose inicial
  • 3ª.dose: Abrir um intervalo de 6 meses depois da dose inicial
1 Como entender a expressão “abrir um intervalo de XX dias”

Em relação à expressão “Abrir um intervalo de 20 dias ou mais” da dose inicial da vacina quádrupla, caso tenha recebido a vacina numa terça-feira, poderá receber novamente a vacina na terça-feira depois de 3 semanas.

2 Como entender a expressão “Abrir um intervalo de XX meses”

Em relação à expressão “2 meses e meio” da 3ª. dose da vacina contra o câncer de colo de útero,a forma de considerar meio mês depende do número de dias do mês.Segundo o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-estar,a expressão de meio mês para os meses com 31 dias equivale a 16 dias, para os meses com 30 dias ou 29 dias equivale a 15 dias, e para o mês de 28 dias equivale a 14 dias.

Refência de calendário para a vacinação infantil

De 2 meses de vida a 1 ano

1ano

3 anos

4 anos

5 anos

  • Hib(3 doses da fase inicial)
  • Vacina pneumocócica pediátrica(3 doses da fase inicial)
  • Vacina quádrupa(3 doses da fase inicial)
  • BCG(1 dose)
  • Sarampo/Rubéola(Etapa I)
  • Varicela(2 doses)
  • Hib(Reforço)
  • Vacina pneumocócica pediátria(Reforço)
  • Vacina quádrupla(Reforço da 1a. fase)

Encefalite japonesa(2 doses da fase inicial da Etapa I)

Encefalite japonesa (Reforço da Etapa I)

Sarampo/Rubéola (Etapa II)

Folhetos sobre a Vacinação da Cidade de Hiroshima

(Nota 1)Sobre as idades

 O cálculo das idades para a Lei de Vacinação segundo a “Lei de Cálculo de Idades” e o“Artigo 143 do Código Civil” determinam que se deve somar 1 ano no dia anterior à data de aniversário, e deve ser interpretado conforme a indicação abaixo. Vacinem seus filhos, prestando atenção na idade.

(Ex: 1) Para uma criança nascida no dia 9 de outubro, a expressão “Desde 3 meses de vida até completar 90 meses de vida (7 anos e meio)”significa entre 8 de janeiro a 8 de abril em seu sétimo ano de vida. 

(Ex: 2)A expressão “11 a 13 anos”, significa desde o dia anterior à data de aniversário de 11 anos até o dia anterior ao aniversário de 13 anos.

(Nota 2) Sobre a vacinação quádrupla

 A vacina quádrupla inclui a vacina contra a pólio na vacina tríplice e combate 4 doenças: difteria, tétano, coqueluche e pólio. 

 As crianças que tenham recebido ao menos uma vacina tríplice ou a vacina inativada contra a pólio, por regra geral, deverão concluir a vacina tríplice ou a vacina inativada contra pólio.

(Nota 3 )Sobre a vacinação contra a pólio

 Desde setembro de 2012, a vacinação contra a pólio passou a ser uma vacina individual e realizada numa instituição médica.

Sobre a vacina contra a pólio

 Link Vacina contra a pólio “Para a prevenção da pólio, a vacinação é necessária.” (Página web do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-estar)

(Nota 4)Sobre a vacinação contra a BCG

 Desde setembro de 2010, a vacinação contra a BCG passou a ser aplicada numa instituição médica.

 Além disso, a idade do público-alvo passou de “até completer 6 meses” para “até completar 1 ano”, e o período recomendável da vacinação foi alterado de “3 meses de vida até completar 6 meses de vida” para “de 5 meses de vida até completar 8 meses vida”.

(Nota 5)Sobre a vacinação contra sarampo e rubéola

As etapas III e IV da vacinação contra sarampo e rubéola fizeram parte de uma medida de 5 anos que compreendeu os anos de 2008 a 2012.
 Link Falta pouco para ingressar à 1a. Série! Já tomou as vacinas contras sarampo e rubéola?
Sobre a vacinação de rotina contra sarampo e rubéola (Centro de Informação de Doenças Contagiosas da Cidade de Hiroshima)
 Não vou pegar nem transmitir sarampo! (Centro de Informação de Doenças Contagiosas da Cidade de Hiroshima

(Nota 6)Sobre a vacinação de varicela (catapora)

 Desde o dia 1o. de outubro de 2014, a vacinação contra a varicela (catapora) passou a ser uma vacinação de rotina.
 
Além disso, como medida temporária restrita ao ano de 2014, as crianças de 3 a 4 anos também podem tomar a vacina.

 Não inclui as pessoas que tenham contraído a varicela.
 Além disso, consulte AQUI sobre a forma da vacinação, a idade no momento da vacinação e o calendário de vacinação da varicela pois está sujeito a alterações.

 Link Sobre a vacinação contra a varicela

(Nota 7)Sobre a vacinação contra a encefalite japonesa

 Devido a antedecendetes de graves doenças acometidas após a vacina convencional contra a encefalite japonesa, a recomendação da sua vacinação foi suspensa de 2005 a 2009.

 Posteriormente, foi desenvolvida uma nova vacina, e atualmente a vacinação contra a encefalite japonesa foi normalizada.

 As pessoas que nasceram entre o dia 2 de abril de 1995 a 1º.de abril de 2007, poderão receber as doses restantes que faltam para completar as 4 doses fixadas como uma vacinação de rotina antes de cumprir 20 anos de idade.

Verifique o histórico da vacinação na Caderneta de Saúde Materno-infantil e receba a vacina!

As pessoas que nasceram entre o dia 2 de abril de 1995 a 1º. de abril de 2007, poderão consultar AQUI para verificar como vacinar.
Link Sobre a vacinação contra a encefalite japonesa

A partir do ano fiscal de 2010, não é mais necessário pagar o valor parcial do custo da vacina contra a encefalite japonesa.

Sobre as instituições médicas que realizam a vacinação

Dependendo da instituição médica deverá marcar a vacinação com antecipação. Consulte previamente por telefone a instituição médica e receba a vacina.
Além disso, poderá pesquisar as instituições médicas que realizam a vacinação através da página web da “Rede de Assistência Médica de Emergência da Província de Hiroshima” indicada abaixo.

※ No canto superior direito, selecione “Informação sobre doenças contagiosas” → “Hospitais e clínicas onde podem receber as vacinas” → “Zonas” em seguida clique “Próximo”→ Coloque uma marca de checagem na sua zona residencial e o tipo de vacina e pressione o botão Pesquisar.
 Link Rede de Assistência Médica de Emergência da Província de Hiroshima (Página web de pesquisa de hospitais e clínicas que realizam a vacinação)

Segunda via do cupom de vacinação Quando deseja ser vacinado numa instituição médica fora da Cidade de Hiroshima

A segunda via do cupom de vacinação devido à mudança à Hiroshima, perda ou extravio, pode ser solicitada no Centro de Saúde de cada distrito.
Além disso, caso deseja ser vacinado numa instituição médica fora da Cidade de Hiroshima, será necessário um cupom de vacinação diferente do normal. Consulte os Centros de Saúde para obter informações sobre os procedimentos e as instituições médicas onde podem ser vacinados.
As pessoas que se mudam para outra cidade, não poderão utilizar os cupons de vacinação de Hiroshima.

Localização e telefone dos centros de saúde

Denominação

Localização

Número de Telefone

Seção de Saúde e Longevidade do Centro de Saúde de Naka (Dentro do Centro de Bem-estar Regional de Naka)

4-1-1 Otemachi

504-2528 (Responsável pela Saúde Pública e Prevenção)

Seção de Saúde e Longevidade do Centro de Saúde de Higashi (Dentro do Centro de Bem-estar Regional de Higashi)

9-34 Higashi Kaniyacho

568-7729 (Responsável pela Saúde Pública e Prevenção)

Seção de Saúde e Longevidade do Centro de Saúde de Minami (Dentro do Prédio Anexo da Prefeitura de Minami)

1-4-46

Minamimachi

250-4108 (Responsável pela Saúde Pública e Prevenção)

Seção de Saúde e Longevidade do Centro de Saúde de Nishi (Dentro do Centro de Bem-estar Regional de Nishi)

2-24-1 Fukushimacho

294-6235 (Responsável pela Saúde Pública e Prevenção)

Seção de Saúde e Longevidade do Centro de Saúde de Asa Minami (Dentro do Centro Geral de Bem-estar de Asa Minami)

1-38-13 Nakasu

831-4942 (Responsável pela Saúde Pública e Prevenção)

Seção de Saúde e Longevidade do Centro de Saúde de Asa Kita (Dentro do Centro Geral de Bem-estar de Asa Kita)

3-19-22 Kabe

819-0586 (Responsável pela Saúde Pública e Prevenção)

Seção de Saúde e Longevidade do Centro de Saúde de Aki (Dentro do Centro Geral de Bem-estar de Aki)

-2-16 Funakoshi Minami

821-2808 (Responsável pela Saúde e Longevidade)

Seção de Saúde e Longevidade do Centro de Saúde de Saeki (Dentro do Prédio Anexo da Prefeitura Distrital de Saeki)

1-4-5 Kairoen

943-9731 (Responsável pela Saúde Pública e Prevenção)

Leis relacionados com a vacinação(Link com o sistema de apresentação de dados sobre as leis da Secretaria de Controle Administrativo do Ministério de Assuntos Gerais)
  • Lei de Vacinação
  • Ordem de Execução da Lei de Vacinação
  • Regulamento de Implementação da Lei de Vacinação
  • Regulamento de Execução da Lei de Vacinação

このページに関するお問い合わせ先

Responsável de Saúde Pública, Prevenção e Orientação da Seção de Saúde Pública e Assistência Médica da Divisão de Saúde Pública do Secretaria da Saúde e Bem-estar
電話:082-504-2622/Fax:082-504-2258
メールアドレス:healthed@city.hiroshima.lg.jp


コロナ情報

コロナやさしい日本語

Note Regarding Links

Please note some links on this page may navigate to our Japanese website.

外国人市民のための生活ガイドブック

ポルトガル語のバナーの画像<外部リンク>

ひろたびの画像<外部リンク>

  • Hiroshima Peaceのバナー画像<外部リンク>
  • 広島市へ寄付